g2h

level

terça-feira, 17 de novembro de 2009

londrina

Importante pólo de desenvolvimento regional, Londrina exerce grande influência sobre todo o Paraná e região Sul. Com uma população estimada de 510.707 habitantes (IBGE/2009), é a segunda cidade mais populosa do Paraná e a terceira mais populosa da região Sul do Brasil.
Londrina é um município brasileiro localizado no norte do estado do Paraná, a 369 km da capital paranaense, Curitiba.


Conta também com 766.682 (IBGE/2009)[2] em sua região metropolitana. É um centro regional e é composta de comércio, serviços, agroindústrias e universidades, incluindo a Universidade Estadual de Londrina (UEL), que é famosa pela qualidade do ensino e atrai estudantes de todo o país.



Antes da colonização extensiva do Norte do Paraná, havia, entre seus habitantes, além dos índios Kaingáng, uma população pobre instalada na floresta e que já derrubara parte dela para a criação de animais e o plantio de produtos agrícolas para sua sobrevivência. Ao lado de pessoas nessa situação, havia proprietários de terras, que já iniciavam a abertura e formação de grandes fazendas.

Londrina, que na época era um espaço pertencente ao município de Jataizinho e conhecido como Gleba Três Bocas, estava dentro da situação descrita acima.

Lord Lovat, inglês que veio ao Brasil em 1924, visitou o Norte do Paraná e verificou que não havia exagero no que ouvira falar sobre essa região. Em 1925, com outros companheiros, criou a Companhia de terras Norte do Paraná, diretamente do governo paranaense. Esta companhia iniciou seu trabalho de colonização sob a orientação de ingleses.

A CTNP foi um tipo de loteadora que, após comprar terras, derrubou parte da floresta, abriu estradas e organizou a divisão desse espaço em lotes urbanos e rurais, que foram vendidos. Antônio de Moraes Barros, João Sampaio e Arthur Thomas foram algumas das pessoas que participaram da organização da Companhia de Terras Norte do Paraná para o início dos trabalhos.
Plantação de Café impulsionou o crescimento de Londrina.


A propaganda foi muito usada para atrair compradores, e nela chamava-se a atenção para a "Terra Roxa" e a "terra sem saúva".

Esta propaganda, aliada a outros motivos, como a pobreza e a esperança de vida melhor, fizeram com que muitas pessoas de todo o Brasil (principalmente paulistas, mineiros e nordestinos) comprassem terras ou fossem procurar trabalho no Norte do Paraná. Além dos brasileiros, vieram pessoas da Alemanha, Itália, Japão e outros países. A população atual de Londrina reflete esta mistura de povos.

Em 1975, houve a ocorrência de uma grande geada, chamada de "geada negra", que atingiu todo o norte do Paraná, arruinando as plantações de café. Alguns iniciaram novamente o trabalho com café, enquanto outros investiram em outros negócios.


Curiosidades

* O nome Londrina é uma homenagem a Londres, em razão de trabalhadores ingleses terem-se estabelecido aqui ao construirem redes ferroviarias no Sudoeste do Estado de São Paulo e Norte Pioneiro Paranaense, para o transporte de café ao Porto de Santos em São Paulo, e de lá para o mundo.
* A famosa terra fértil da região, a terra roxa, é assim chamada porque imigrantes italianos chamavam-na de "terra rossa" (terra vermelha, em italiano). O termo aportuguesou-se mudando, de certa forma, o sentido original da palavra italiana.
* Toda a fertilidade da terra roxa vem do maior derrame de lavas vulcânicas do planeta, conhecido como Derrame de Trapp, que ocorreu em grande parte no Centro-Sul do Brasil.
* Devido à cor da terra, é comum o adjetivo "pés-vermelhos" aos habitantes da região.
* Já foi considerada a capital mundial do café. No seu período áureo, o Norte Paranaense foi responsável por 60% da produção cafeeira mundial.
* É considerada a quinta melhor cidade sulista para se trabalhar.[1]
* Com um mais de 510 mil habitantes,[2] Londrina é a 3ª maior cidade do Sul brasileiro, ficando atrás apenas de Curitiba e Porto Alegre. Levando-se em consideração sua região metropolitana, que engloba cidades como Cambé (97.329 habitantes), a região de Londrina chega a mais de 766.000 habitantes.
* Em Londrina foi aberta a primeira unidade do Kumon na América latina, método japonês de ensino, em 1977.
* A cidade começou o ano de 2009 sem um prefeito eleito diretamente, pelo voto popular. Em outubro de 2008, o deputado estadual e ex-prefeito Antonio Belinati (PP) venceu o segundo turno das eleições: obteve 51,73% dos votos válidos contra 48,27% do deputado federal Luiz Carlos Hauly (PSDB), uma diferença de cerca de 9 mil votos. Dois dias depois, o TSE cassou o registro de candidatura de Belinati,[9] atendendo a um pedido do Ministério Público Eleitoral. Contas referentes ao ano de 1999, quando era prefeito da cidade, foram rejeitadas pelo TCE (Tribunal de Contas do Estado), o que gerou o pedido do MPE. Belinati recorreu ao TSE, mas o processo ainda não foi julgado e pode ir ao STF. Paralelamente, o TSE recomendou ao TRE a realização de um novo segundo turno entre Hauly e Barbosa Neto (PDT), terceiro colocado no primeiro turno.[10] Barbosa Neto foi eleito com 54,22% dos votos válidos, contra 45,88% de seu adversário. Assumiu no dia 1º de Maio de 2009. No período em que Londrina estava sem prefeito quem assumiu a prefeitura, interinamente, foi o Presidente da Câmara dos Vereadores, José Roque Neto. Essa foi a primeira vez que algo do tipo aconteceu na cidade.


fonte: Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

http://pt.wikipedia.org/wiki/

Nenhum comentário:

PAO DE AÇUCAR HISTORIA

Postagens populares

CABO FRIO

Todas pessoas abaixo tem o mesmo interesse que você, siga você também

CORCOVADO COMO CHEGAR